quarta-feira, 12 de março de 2008

A riqueza dos cogumelos

Os cogumelos já entraram há muito na gastronomia, seja como acompanhamento, petisco ou mesmo sopa. Contudo, poucos reconhecem os seus benefícios nutricionais de alimento da família dos fungos. Os cogumelos guardam, aliás, um autêntico tesouro nutricional. Têm um elevado valor nutritivo e até três vezes mais nutrientes do que alguns frutos e vegetais. É certamente uma forma saborosa e diferente de tornar o organismo mais resistente às infecções.

Contrariamente aos vegetais, os cogumelos são bons fornecedores de proteínas de elevado valor biológico. Por exemplo, 100g de cogumelos comestíveis frescos corresponde a 5,2g de proteínas. E, se está a pensar em mudar de regime alimentar para manter a linha, então é bom tê-los por perto. Para além de serem constituídos por 90 por cento de água, têm poucas calorias (28Kcal em média para cada 100g) e quase nenhuma gordura. Em compensação, têm uma elevada concentração de fibras, que potenciam o controlo de peso, a prevenção das doenças cardiovasculares e o funcionamento do intestino.

Outro benefício nutricional está na elevada concentração de potássio, um aliado importante para os hipertensos, já que ajuda a estabilizar os níveis da tensão arterial. Há mesmo quem fale nos cogumelos enquanto “elixir da vida”, graças ao elevado teor de ácido nucleico, substância que favorece a síntese das proteínas e a reconstrução celular. Esta propriedade ajuda também a perceber por que motivo alguns cogumelos são utilizados para fins medicinais.


Cogumelos todos os dias na mesa

Apresentados sobre diferentes formas – secos, enlatados, congelados ou frescos – os cogumelos comestíveis, para além da variedade de sabor, são ricos em fitonutrientes, alguns com capacidade para fortalecer o sistema imunitário, podendo contribuir para a recuperação e a protecção anti-cancro.

Alguns estudos revelam ainda que os cogumelos em pó, seco ou moídos (sopas desidratadas, por exemplo) constituem uma boa opção já que preservam as características do alimento. Importa relembrar que, para tirar partido destes benefícios, este alimento deve ser consumido de uma forma saudável, seja através das sopas, a acompanhar um arroz ou massa ou enquanto petisco, cozinhado com boas gorduras (azeite ou cremes vegetais para cozinhar).

A ingestão de cogumelos está também indicada no controle do colesterol e dos níveis de glicose no sangue. Estão também provadas as suas propriedades anti-inflamatórias. Estes pequenos alimentos são ainda ricos em minerais (selénio, cálcio, iodo e fósforo, zinco, cobre, mangnésio), vitaminas A, do complexo B, e vitamina C. Estudos recentes demonstram que algumas espécies de cogumelos contém uma maior percentagem de antioxidante do que as cenouras e o feijão verde

A composição nutricional dos cogumelos permite que este alimento seja um aliado, porque:


  • A vitamina B promove a protecção da pele, visão, sistema nervoso central, sistema digestivo, circulatório e urinário;

  • O potássio desempenha um papel importante no metabolismo celular e no funcionamento celular nervoso e muscular;

  • O selénio actua ao nível do sistema imunitário, ao nível da tiróide, no sistema reprodutor masculino e ao nível da prevenção do cancro;

  • Aliado nas dietas, uma vez que não tem calorias nem gorduras;

  • Actua na prevenção da saúde cardiovascular, reduzindo os índices de glicose no sangue e dos níveis de mau colesterol;

  • Acção anti-cancerigena.


Espécies de cogumelos

Actualmente são conhecidas cerca de 69.900 espécies diferentes, formas, tamanhos e cores e podem ser encontrados em diferentes ambientes. Em Portugal, já é longa a tradição de apanhar cogumelos silvestres para consumo próprio. Porém, esta actividade envolve alguns riscos e perigos, já que a falta de experiência nesta actividade pode levar a que se apanhem espécies idênticas às comestíveis, mas que se revelará tóxica e, por vezes, mortal.

Assim, a opção menos arriscada passa por consumir cogumelos frescos já embalados ou optar pelas sopas pré-confecionadas, que preservam os benefícios dos nutrientes que compõe este alimento tão completo e, por vezes, esquecido das refeições.
.
Publicado em http://mulher.sapo.pt em 29-01-2008 - Fonte: Helena Cid – Nutricionista

1 comentário:

sandra disse...

Ora lá está uma coisa que eu andava à procura! e finalmente encontrei...! isto pk fui hoje à farmácia medir a tensão e encontro-me com a tensão baixa!
e os cogumelos n podem ser enlatados? é que apanhados é um perigo...mts são venenosos...!